Seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

LIÇÃO BÍBLICA INFANTIL PARA O DIA DA BÍBLIA

  DIA DA BÍBLIA 


 
Experimente a Palavra de Deus Um Centro de Aprendizagem usando os sentidos Por: Dares Chuchar.

 Os alunos são imaginativos e dinâmicos, eles estão constantemente tentando novas coisas, é através de seus sentidos que vão descobrindo o mundo e é a maneira mais ameaçadora que eles aprendem. Encontrem as maravilhas da Palavra de Deus ao usar os sentidos e encaixe os versos bíblicos com os objetos. Preparação Reúna 18 cartazes de cartolina e os objetos que providenciem as respostas a cada pista (veja a lista de pistas abaixo). Escreva uma pista, enumere e ponha o texto bíblico em cada uma das fichas. Misture todos os cartões e ponha-os à disposição dos alunos. Os objetos devem estar distribuídos sobre as mesas ou carpete onde as crianças vão investigar, distribua também bíblias. Etiquete cada mesa ou as áreas no tapete com as seguintes frases “Olha a Palavra de Deus”, “Ouve a Palavra de Deus”, “Toca a Palavra de Deus”, “Cheira a Palavra de Deus” e “Prova a Palavra de Deus”. Procedimento Providencie papel para que as crianças escrevam o número de pista de acordo com os objetos escolhidos e sua resposta. Por exemplo: Pista 1 = garrafa com farinha. Eles podem usar os versículos bíblicos listados como uma ajuda adicional. As crianças podem unir-se uns para ler a pista e escrever a resposta, enquanto que os outros buscam e lêem o verso bíblico. Segure os objetos e leia a pista para toda a classe. Faça que as crianças respondam se os objetos são corretos, assinalando com o dedo polegar para cima (correto) e o dedo polegar para baixo (incorreto). Depois que as crianças fixaram o objeto, leia o verso bíblico para ver se as respostas foram corretas. Conclusão Para encerrar a lição, comemorem ingerindo os alimentos que estiveram na mesa “Prove a Palavra de Deus”. Permita que cada criança tome um objeto ou versículo bíblico para fazer a oração, agradecendo a Deus pelo corpo maravilhoso que nos tem dado com o qual podemos descobrir as maravilhas de Sua Palavra. Lista de pistas Sinta-se livre de acrescentar ou encurtar esta lista ao adaptar a lição de acordo as necessidades de sua classe. “Veja a Palavra de Deus” Nesta mesa distribua objetos ou quadros para que os alunos vejam. 1.Deus ajudou a uma família para que a botija da farinha nunca acabasse (I Reis 17:14) 2.João Batista não se sentiu digno de levar as sandálias de Jesus (Mateus 3:11) 3.Doze cestas de alimento sobraram depois de um piquenique para 5.000 pessoas (Marcos 6:43) 4.Deus enviou Jesus ao mundo porque o amou (João 3:16).“Ouve a Palavra de Deus” Ponha um  cd com sons de objetos reais ou de imitação. Permita que os alunos escutem a  sequência  dos sons no  cd.  5.Os instrumentos são usados para louvar a Deus. (Salmos 150:3-5) 6.Uma mãe não esquece o seu bebê. Deus não o esquecerá. (Isaías 49:15) 7.Deus nos mostra bondade ao enviar chuva do céu. (Atos 14:17)8.Paulo e Silas estiveram cantando e orando na prisão.(Atos 15:25) “Toque a Palavra de Deus” Nesta mesa ponha os objetos dentro de bolsas. Permita que as crianças introduzam suas mãos e adivinhem que objeto estão sentindo. 9.Deus escreveu os dez mandamentos sobre tábuas de pedra. (Êxodo 24:12) 10. Deus nos guardará seguros como uma ave que cobre os seus filhotes com suas penas. (Salmos 91:4) 11. Uma mulher deu suas duas únicas moedas a Deus. (Lucas 21:2) 12. Deus dá as sementes ao agricultor. Deus nos dará o que necessitamos. (II Coríntios 9:10) “Cheire a Palavra de Deus” Nesta mesa ponha os objetos dentro de frascos ou depósitos de plástico. Faça furos nas capas e cubra com malhas de nylon para que as crianças cheirem. 13. Ter boa fama é melhor que um perfume. (Eclesiastes 7:1) 14.As flores florescem quando o inverno termina. (Cantares 2:11,12) 15. Os fariseus deram a Deus uma oferta de menta, arruda e hortaliça, mas não lhe deram seu amor. (Lucas 11:42)“Prove a Palavra de Deus” Colocar porções dos alimentos para que as crianças provem. 16.Os israelitas comeram pepinos e melões no Egito. (Números 11:5) 17. Quando a vara de Arão brotou, deu flores e produziu amêndoas, ele foi escolhido como o líder espiritual de Israel. (Números 17:8) 18. Os Israelitas deixaram algumas azeitonas nas ramas para os estrangeiros, os órfãos e as viúvas. (Deuteronômio 24:20).
FONTE O BLOG

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

MAQUETE DA HISTÓRIA BÍBLICA MOISÉS E A TRAVESSIA DO MAR VERMELHO

 MAQUETE DA HISTÓRIA BÍBLICA MOISÉS E A TRAVESSIA DO MAR VERMELHO.
Peguei a ideia da EBI.
Cortei bastante papel celofane azul  e fui colando no papelão nos  dois lados da água,  embaixo para a terra seca colei eva marrom e passei uma pincelada de tinta de tecido acrilex na cor terra.
Esta fita que colei no papelão achei que ia precisar para quando o mar se abrisse  desse firmeza para que ficasse em pé, mas não precisou.
















 Fonte do texto da história:

 http://portalsementinhakids.com/2009/04/moises/

Moisés  e o Mar Vermelho

1- Objetivo: Ensinar às crianças que elas devem confiar em Deus. Ele é Deus de milagres, nada é impossível para Ele!
2- Quebra-Gelo: Cite um milagre de Deus que você já viu.
3- Versículo para Memorizar: Êxodo 14:14a – “O Senhor lutará por você.”
4- Leitura da Bíblia: Êxodo caps 14:5 a 15:1
Quando contaram ao rei do Egito que os israelitas tinham fugido, ele e os seus empregados mudaram de ideia e disseram: — Vejam só o que fizemos! Deixamos que os nossos escravos, os israelitas, fugissem de nós! Então o rei mandou preparar o seu carro de guerra e o seu exército. Ele saiu com todos os carros de guerra, Os egípcios, com todos os seus cavalos, carros de guerra e cavaleiros, saíram atrás dos israelitas e os alcançaram onde eles estavam acampados, na beira do mar Vermelho. Quando os israelitas viram o rei e o seu exército marchando contra eles, ficaram apavorados e gritaram pedindo a ajuda de Deus, o SENHOR. E disseram a Moisés: Veja só o que você fez, nos tirando do Egito! O que foi que lhe dissemos no Egito? Que nos deixasse em paz, trabalhando como escravos para os egípcios. Pois é melhor ser escravo dos egípcios do que morrer aqui no deserto! Porém Moisés respondeu: — Não tenham medo. Fiquem firmes e vocês verão que o SENHOR vai salvá-los hoje. Vocês não terão de fazer nada: o SENHOR lutará por vocês. O SENHOR disse a Moisés: — Por que você está me pedindo ajuda? Diga ao povo que marche. Levante o bastão e o estenda sobre o mar. A água se dividirá, e os israelitas poderão passar em terra seca, pelo meio do mar. Então o Anjo de Deus, que ia na frente dos israelitas, mudou de lugar e passou para trás. Também a coluna de nuvem saiu da frente deles e foi para trás, ficando entre os egípcios e os israelitas. A nuvem era escura para os egípcios, porém iluminava o povo de Israel. Assim, durante a noite inteira, o exército egípcio não conseguiu chegar perto dos israelitas. Moisés estendeu a mão sobre o mar, e Deus, o SENHOR, com um vento leste muito forte, fez com que o mar recuasse. O vento soprou a noite inteira e fez o mar virar terra seca. As águas foram divididas, e os israelitas passaram pelo mar em terra seca, com muralhas de água nos dois lados. Os egípcios os perseguiram e foram atrás deles até o meio do mar com todos os seus cavalos, carros de guerra e cavaleiros. Então o SENHOR Deus disse a Moisés: — Estenda agora a mão sobre o mar para que as águas voltem e cubram os egípcios, os seus carros de guerra e os seus cavaleiros. Moisés estendeu a mão sobre o mar, e, quando amanheceu, o mar voltou ao normal. Os egípcios tentaram escapar das águas, porém o SENHOR os jogou dentro do mar. As águas voltaram e cobriram os carros de guerra, os cavaleiros e todo o exército egípcio que havia perseguido os israelitas no mar. E não sobrou nenhum egípcio com vida. Naquele dia o SENHOR salvou o povo de Israel dos egípcios, e os israelitas os viram mortos na praia. Quando viram o poder com que o SENHOR havia derrotado os egípcios, os israelitas o temeram. E creram em Deus, o SENHOR, e no seu servo Moisés. Então Moisés e os israelitas cantaram esta canção a Deus, o SENHOR: Cantarei ao SENHOR porque ele conquistou uma vitória maravilhosa; ele jogou os cavalos e os cavaleiros dentro do mar.
5-Aplicação: Abrir o mar foi um grande milagre, não foi? A Bíblia diz que Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre. Ele também pode e deseja fazer milagres em sua vida, basta você crer e o milagre que você precisa Ele vai te dar. Confie nEle. Quais  têm sido as suas lutas, as suas dificuldades? Ele quer lutar por você! Confie no Senhor! 
6- Exercício de fixação: Faça a encenação da história do Mar Vermelho, divida as crianças em três grupos, 1º grupo: vai representar as paredes do mar, 2º grupo: os israelitas passando pelo meio do mar, e o 3º grupo: os egípcios que vão ser tragados pelas águas do Mar Vermelho.
Aqui no cantinho tem mais ideias sobre a Moisés e a travessia do mar vermelho. 
Clique:

AQUI 





sábado, 29 de novembro de 2014

CENÁRIO NA CAIXA DE PAPELÃO DA GALINHA DOURADA( A ESCOLHA DE DOURADA)

FIZ ESTE CENÁRIO PARA  CONTAR A HISTÓRIA DA GALINHA DOURADA.
USEI UMA CAIXA DE PAPELÃO.
NO VERSO DA GALINHA FIZ UM BOLSO PARA ESCONDER OS PINTINHOS. 
A COBRA USEI UMA QUE JÁ TINHA USADO NA HISTÓRIA BÍBLICA DE MOISÉS.
PEGUEM O TEXTO AQUI NO CANTINHO:


















VISUAIS DO VERSÍCULO BÍBLICO ÊXODO 15:2A

VISUAIS DO VERSÍCULO BÍBLICO ÊXODO 15:2A.
FIZ SILHUETAS  DE EVA DA NOTA MUSICAL, FORÇA E CRUZ, E CELI NO PALITO DE CHURRASCO.


CARTAZ DO VERSÍCULO BÍBLICO VISUALIZADO PROVÉRBIOS 14:12

CARTAZ DO VERSÍCULO BÍBLICO VISUALIZADO PROVÉRBIOS 14:12.


quinta-feira, 20 de novembro de 2014

LEMBRANCINHA PARA CULTO INFANTIL

FIZ ESTAS LEMBRANCINHAS PARA O PRIMEIRO DIA DE CULTO INFANTIL EM UMA CONGREGAÇÃO FORA DA CIDADE.
SÃO FLORES FEITAS DE EVA COM PIRULITO.





quarta-feira, 19 de novembro de 2014

IDEIA DE COMO TER UMA AULA MAIS DINAMICA

Sua aula mais dinâmica
COMO TER UMA AULA MAIS DINÂMICA!

Decida um formato.
É necessário ter um pouco de rotina: ajuda as crianças a se sentirem à vontade e anteciparem o que vem depois. Mas, você não precisa ser rígido, nem fazer exatamente a mesma coisa todas as aulas. Varie as brincadeiras, músicas, tenha datas especiais com uma estrutura de atividades completamente diferente.

Por exemplo, o seu formato básico poderia ser assim:
Cumprimentos: diga "Bom Dia! Olá! Como vai?". Cumprimente cada criança pelo nome, sorria, demonstre prazer em recebê-las.
Você pode fazer uma chamada como na escola, mas ao invés de cada criança dizer 'presente', para cada dia você terá um tema "hoje quando eu chamar o seu nome, você vai me dizer a sua cor favorita".
Ou você pode ter um quadro onde cada um cola um adesivo ao chegar.

Música: intercale cantos conhecidos com outros novos (se você só usa cantos novos, as crianças se sentem frustradas; se você só usa os mesmos, fica cansativo. Intercalar cantos que conhecidos com um ou dois novos, é mais interativo).

Oração: é importante que as crianças se habituem a orar. Alterne: as vezes um adulto ora; às vezes uma ou mais crianças oram. Faça orações em círculo, de mãos dadas; individuais, cada um na sua; em silêncio ou em voz alta.

Introdução ao tema: pode ser uma música, uma brincadeira, uma conversa... Mostre algum objeto que irá aparecer na história, pergunte sobre as experiências das crianças sobre o tema da história (por ex.: quem já foi pescar? no dia em que você vai falar da pesca maravilhosa)

Tema: pode ser por dia ou pode ser um tema por mês/bimestre com várias histórias e atividades interligadas. É muito importante que você escolha uma forma apenas para apresentar o tema: Conte a história ou faça um jogo ou dinâmica, etc... Depois que você apresentar o tema, dê uma chance as crianças de responderem, assimilarem, trabalharem por si mesmas o conteúdo. Isso pode ser uma conversa ou como descrito abaixo.

Resposta ao tema: pode ser arte, trabalho escrito, jogo. Dê oportunidade às crianças para que recontem a história nas suas próprias palavras ou de que respondam ao tema com expressão artística. Veja mais sobre isso nas Dicas "Como lidar com atividades artísticas" ou nos Trabalhos Manuais.

Encerramento: com oração, bênção e envio. Você precisa terminar o dia; é muito importante dar um fim claro às atividades, demonstra respeito, não só a Deus e às atividades que você preparou como às crianças.

Despedida: Faça deste um momento agradável e informal. É neste momento que você conversa com os pais, diz a eles o que os filhos fizeram durante o dia, elogia um bom comportamento e a participação. Dê uma atenção também as crianças, diga que você gostou que elas vieram e que gostaria de vê-los novamente no próximo domingo. Quem sabe algumas vezes você prepara um suco com biscoitinhos e promove um rápido papo para integração das famílias.
Varie!

- Faça um jogo para ver se todos sabem os nomes uns dos outros;
-Traga instrumentos musicais para as crianças acompanharem o canto (chocalhos, triângulos e coquinhos todos podem usar);
- Traga um CD com o playback das músicas ou com a história do dia;
-: Conte a história: usando fantoches; usando flanelógrafo; usando objetos; usando livro; outra só com a sua voz e gestos.
-: Monte um teatro, jogral ou encenação (com as crianças ou com os pais e avós para contar a história);
-: Não conte história alguma: faça uma dinâmica de grupo ou brincadeira que leve as crianças a pensar sobre o tema do dia ou sobre o que o texto bíblico quer dizer (isso funciona melhor com crianças acima dos 8 anos);
-: Promova uma festa, talvez com os pais junto. (fizeram recentemente uma Noite do Pijama na minha comunidade e as crianças vieram para uma atividade no fim da tarde de sábado; dormiram em sacos de dormir e colchonetes no salão comunitário, com alguns pais e voluntários para tomar conta; tomaram café da manhã lá mesmo e participaram do culto de domingo);
- Convide as crianças para orarem; Dê diretrizes: cada um vai falar 'obrigada por...' e depois 'Deus abençôe...');
Envolva as crianças na bênção: existem inúmeras cantigas simples e versinhos, como: "Deus te abençoe" - cada um coloca a mão sobre a cabeça do vizinho; "Deus te proteja" - cada um coloca a mão sobre os ombros do vizinho; "Deus te dê a paz" - as pessoas se abraçam (se estiver fazendo isto em círculo, é só passar o braço na cintura do vizinho e espremer o círculo em direção  ao centro).
- Saia da sala de aula. Vá para o jardim (cuidado que é mais difícil manter a atenção!) ou para a igreja, ou mesmo para a cozinha (desde que não esteja sendo usada para mais nada).

Vá com calma!
Não adianta querer usar todas as sugestões acima no mesmo dia. Escolha uma para cada encontro, ou escolha uma por mês para experimentar. Use aquelas que você gostar com mais frequência, mas não tenha medo de testar uma ou outra novidade.

Divida o trabalho
Faça um "banco de talentos" - descubra o que as pessoas gostam de fazer. No nosso grupo de professores, duas são excelentes músicas; outras duas são boas contadoras de histórias; uma terceira tem uma voz doce que sempre acalma aquela criança que está chorando e as mais jovens tem energia para correr e brincar! Faça um rodízio entre as pessoas; se você trabalha em duplas, tente alternar as duplas.
Descubra também outras pessoas que podem ajudar na comunidade. Um senhor da nossa igreja reformou as cadeiras pequenas e preparou uma mesa na altura certa. Um artesão poderia fazer um flanelógrafo (velcrômetro) ou um palco para fantoches; e outra pessoa poderia trazer e cuidar das plantas em frente às salas de aula.

Ore, ore, ore...
__________________________________________________ _________